Os Amigos realizaram a live de hoje em uma situação diferente. Pela primeira vez na história do projeto, as duplas Chitãozinho & Xororó, Zezé Di Camargo & Luciano e o cantor Leonardo se apresentaram em palcos diferentes. Cada sertanejo teve um espaço próprio, em uma espécie de gazebo, e cantou separado um do outro. A decisão foi tomada para manter o distanciamento social entre os músicos, medida adotada no combate ao novo coronavírus.

A apresentação, que durou mais de quatro horas, teve como ponto alto o clássico “Evidências”, cantado por Chitãozinho & Xororó. Os músicos pediram para que as pessoas saíssem nas sacadas dos prédios e cantassem o hit.

O show dos Amigos fez parte do festival “VillaMix Em Casa” e tem caráter beneficente, com o estímulo de doações via aplicativo PicPay. Todas as doações arrecadadas durante a transmissão do evento serão destinadas ao Hospital do Câncer de Barretos e também para o projeto Amigos do Bem.

Os sertanejos abriram a apresentação com o pot-pourri de “Sinônimos”, “Pense em Mim” e “É o Amor”, hits dos anos 90. Na sequência, sucessos como “Eu Juro”, “Brincar de ser Feliz” e “Dois Corações e uma História” apareceram pouco a pouco no show. A live terminou com os sertanejos cantando “Festa de Rodeio”, “Bailão de Rodeio” e “Mexe Mexe Que É Bom”.

“Eu nunca cantei em uma live para o mundo inteiro”, revelou Xororó.

Em quase 20 minutos, a transmissão do YouTube chegou a 1 milhão de espectadores simultâneos.

O repertório teve sucesso das duplas e foi baseado na turnê comemorativa que percorreu o Brasil no ano passado.

Um hino chamado ‘Evidências’

Os fãs dos sertanejos foram à loucura no Twitter quando os Amigos tocaram o clássico “Evidências”. Muitos usaram o termo “hino nacional” ao se referir à música de Chitãozinho & Xororó.

Palcos separados

A decisão por ter os sertanejos em palcos separados foi elogiada pelos fãs dos sertanejos no Twitter.

Abraço de Zezé e Luciano

A live também teve um momento de emoção envolvendo Zezé Di Camargo e Luciano. Os irmãos se abraçaram no fim da música “Dou a Vida Por Um Beijo”. Após a cena de afeto, Zezé se explicou e disse que estava há 40 dias sem ver o irmão.

“Eu fui dar um abraço no meu irmão que tem 40 dias que a gente não se vê. É um abraço de irmão, mas muito consciente. Estou há mais de 40 dias de quarentena. Estamos cumprindo todas as normas, as regras que a OMS (Organização Mundial de Saúde) exige ou pede. Esse abraço, pode ter certeza, não é irresponsável”, disse.

“Foi a primeira vez que fizemos aniversário de carreira e não pudemos dar um abraço”, completou Luciano.

O abraço dos irmãos foi elogiado por fãs da dupla no Twitter.

Fonte: Uol